15.10.09

AS SETE IGREJAS DO APOCALIPSE

1- Que título é dado ao último livro da Bíblia?

Apocalipse 1:1 – REVELAÇÃO de Jesus Cristo…
2- A quem pertencem as coisas reveladas?
Deuteronómio 29:29 – As coisas encobertas pertencem ao SENHOR nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei.
3- Com que propósito foi dada a Revelação?
Apocalipse 1:1 – REVELAÇÃO de Jesus Cristo, a qual Deus lhe deu, para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer; e pelo seu anjo as enviou, e as notificou a João seu servo.
Nota: Este livro não só se abre e encerra com o assunto da Segunda Vinda de Cristo, mas todas as suas oito linhas proféticas para ele convergem como o grande evento culminam da Igreja e do Mundo.
4- Que grande acontecimento, de acordo com este Livro, está iminente?
Apocalipse 1:7 – Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o trespassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.
5- Como são animados os crentes a estudarem este Livro?
Apocalipse 1:3 – Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.
6- A quem foi o Livro dedicado?
Apocalipse 1:4 – João, às sete igrejas que estão na Ásia: Graça e paz sejam convosco da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete espíritos que estão diante do seu trono.
7- Quais eram os nomes dessas Igrejas?
Apocalipse 1:11 – Que dizia: Eu sou o Alfa e o Ómega, o primeiro e o derradeiro; e o que vês, escreve-o num livro, e envia-o às sete igrejas que estão na Ásia: a Éfeso, e a Esmirna, e a Pérgamo, e a Tiatira, e a Sardes, e a Filadélfia, e a Laodicéia.
Nota: Estas sete Igrejas, e as mensagens que lhes são dirigidas, aplicam-se a sete períodos ou estados da Igreja do primeiro ao segundo Advento de Cristo. “Sob esta representação emblemática das sete Igrejas da Ásia,” diz Vitringa, no Comentário Compreensivo: “ O Espírito Santo delineou sete diferentes estados da Igreja Cristã, que apareciam em sucessão, estendendo-se até à vinda de Nosso Senhor e à consumação de todas as coisas.” As suas boas qualidades e defeitos são expostos, com admoestações, exortações e advertências especiais para cada uma, sendo tudo aplicável também à experiência cristã individual.
8- Com que título é designado o primeiro estado da Igreja?
Apocalipse 2:1 – ESCREVE ao anjo da igreja que está em Éfeso: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete castiçais de ouro.
Nota: O significado de Éfeso é desejável, e apropriadamente descreve o carácter e condição da Igreja no seu estado inicial, quando os seus membros receberam a doutrina de Cristo em toda a sua pureza, e desfrutaram os benefícios e bênçãos dos dons do Espírito Santo. Isto aplica-se ao primeiro século, ou durante a vida dos Apóstolos.
9- Depois de louvar esta Igreja pelas boas obras, que repreensão lhe dirige o Senhor?
Apocalipse 2:4,5 – Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres.
Nota: O primeiro amor é o amor da verdade, e o desejo de a tornar conhecida a outros. As “primeiras obras” significa os frutos do amor.
10- Que nome é dado ao segundo período da Igreja?
Apocalipse 2:8 – E ao anjo da igreja que está em Esmirna, escreve: Isto diz o primeiro e o último, que foi morto, e reviveu.
Nota: O significado de Esmirna é mirra, ou cheiro suave, e aplica-se ao período de tempo em que muitos dos fiéis de Deus sofreram martírio sob o Império Romano.
11- Como se faz referência ao período final da tribulação da Igreja?
Apocalipse 2:10 – Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.
Nota: A mais cruel das assim chamadas “perseguições” sob Roma, começou sob o Imperador Diocleciano, e estendeu-se de 303 e.C., a 313 e.C., um período de dez dias proféticos.
12- Que nome é dado ao terceiro período da Igreja?
Apocalipse 2:12 – E ao anjo da igreja que está em Pérgamo escreve: Isto diz Aquele que tem a espada aguda de dois fios.
Nota: O significado de Pérgamo é altura, elevação, e apropriadamente representa o período da Igreja Cristã que começa com o reinado de Constantino, em 313 e.C., quando o poder que condenara à morte os cristãos aceitou a causa da Igreja, e mediante recompensas, éditos e promessas de cargos no Governo, procurou induzir o povo a tornar-se cristão, trazendo assim para a Igreja um dilúvio de tradições e costumes pagãos. Muitos dos ritos e cerimónias praticadas pelos povos que não conheciam a Sagrada Escritura foram introduzidos na religião, incluindo a festividade pagã, o Domingo (dia em que se adorava o Sol, principal deus), foram então estabelecidos por lei, resultando daí o primeiro dia da semana tomar o lugar do Sábado bíblico.
13- Como foi louvada a fidelidade dessa Igreja?
Apocalipse 2:13 – Conheço as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o meu nome, e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita.
Nota: Há boas razoes para concluir que “Antipas” se refira a uma classe de pessoas, e não a um indivíduo, pois não se encontra informação autêntica acerca de semelhante pessoa.
14- Que título foi dado ao quarto período da Igreja?
Apocalipse 2:18 – E ao anjo da igreja de Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem seus olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes ao latão reluzente.
Nota: Tiatira significa cântico de trabalhos, ou sacrifício de contrição, e expões a condição do povo de Deus durante o longo e escuro período de 1260 anos, que começou com o estabelecimento da supremacia Papal, em 538 a.C., e findou com a queda desse poder, em 1798. Durante este tempo milhões de fiéis de Deus foram condenados à morte do modo mais cruel que homens maus de demónios possam inventar. Cristo fez alusão a esse tempo, na Sua maravilhosa profecia, relatada em Mateus 24, nas seguintes palavras: “Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver. E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria.” A tribulação dos 1260 anos foi abreviada pela influência da Reforma.
15- Que promessa fez Deus aos perseguidos?
Apocalipse 2:25 a 27 – Mas o que tendes, retende-o até que eu venha. E ao que vencer, e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações. E com vara de ferro as regerá; e serão quebradas como vasos de oleiro; como também recebi de meu Pai.
16- Com que nome é designado o quinto período da Igreja?
Apocalipse 3:1 – E AO anjo da igreja que está em Sardes escreve: Isto diz o que tem os sete espíritos de Deus, e as sete estrelas: Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives, e estás morto.
Nota: Sardo significa cântico de alegria, ou o que permanece. Um motivo de alegria naquele tempo era que a grande tribulação do povo de Deus estava no fim. Foi somente como resultado da Reforma que alguns do povo de Deus subsistiram. Ver Mateus 24:21,22, e a nota da pergunta14, a Igreja de Sardo representa as igrejas Reformadas, desde o final do período da perseguição até ao despertamento do Advento, no princípio do Século dezanove.
17- Que nome amável é dado ao período da sexta Igreja?
Apocalipse 3:7 – E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de David; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre.
Nota: Filadélfia significa amor fraternal, e se aplica à Igreja durante a mensagem da hora do juízo, em 1844.
18- Que palavras dirigidas a essa Igreja mostram a proximidade do segundo Advento?
Apocalipse 3:11 – Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.
19- Qual é a mensagem de Cristo para a última Igreja?
Apocalipse 3:14 a 19 – E ao anjo da igreja que está em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas. Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te.
Nota: Laodicéia significa o julgamento do povo, ou, segundo Cruden, um povo justo. Esta Igreja existe no tempo do Juízo e da proclamação das três mensagens do fim, que precedem a segunda Vinda de Cristo (ver Apocalipse 14:6-16). É este o tempo de muita profissão de fé mas pouca religiosidade vital e verdadeira piedade. Há um povo, uma Igreja visível, esta chama-se Igreja Adventista do Sétimo Dia, não significa que todos os crentes desta comunidade suscitada por Deus, se salvem, salvação é uma decisão pessoa, "é ser perseverante, guardar oss mandamentos de Deus e ter (genuína) fé em Jesus Cristo.
20- Que ânimo é dirigido aos que ouvem essa mensagem?
Apocalipse 3:20 - Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.
Nota: As incisivas, penetrantes mensagens às sete Igrejas contêm importantíssimas lições de admoestação, animo e advertência para os cristãos de todos os tempos. As sete promessas ao vencedor, encontradas nesta cadeia profética (Apoc. 2:7, 11,17,26-28; 3:5,12 e 21) com a oitava ou Universal promessa relatada em Apocalipse 21:7, formam uma constelação de promessas tão preciosas quanto confortadoras, e tão inspiradoras quanto outras quaisquer relatadas nas Escrituras.

1 comentário:

jose disse...

A PAZ DO SENHOR GOSTEI MUITO DO ESTUDO DEUS TE ABENÇOE PR. JOSE